Conheça o Tantra

A Metodologia Tântrica

Tantra vem do Sânscrito, tratado sobre ritual, meditação e disciplina, tantrismo é uma filosofia comportamental hindu que apresenta características matriarcais, isto é, o poder é exercido através da mulher; características sensoriais, que se utiliza através dos cinco sentidos humanos: visão, olfato, tato, paladar e audição e da característica depressoras, que é, orientar sem reprimir.

Essencialmente, a prática tem por objetivo o desenvolvimento integral do ser humano nos seus aspectos físico, mental e espiritual.

O tantra não é mais uma tipo de filosofia espiritual, mas sim, vê no corpo um meio para se chegar ao conhecimento.

Para o Tantra, todo o complexo humano é vivo e possui consciência independente da consciência central e por isso mesmo é merecedor de atenção, de respeito e reconhecimento, para tanto, usa mantras (vocalização de sons e ultra sons em sânscrito), yantras (figuras geométricas, desde simples a complexas, como mandalas, que representam diversas formas de Shakti) e rituais que incluem formas de meditação.

Usando desta filosofia, que se utiliza de meditações, práticas e vivências e o levam ao despertar e ascender a energia chamada de “Kundalini” que é a energia vital que dá movimento à vida e consequentemente todos os processos energéticos, emocionais, mentais e fisiológicos dos indivíduos. Considera-se a ascensão da Kundalini nascendo na região pélvica (chakra base) e subindo pela coluna vertebral até o topo da cabeça (chakra primário).

O Tantra busca purificar a sensibilidade, no intuito de expandir e intensificar os sentidos, encadeando diversos agrupamentos musculares na reação bioelétrica do orgasmo.

Não só isso, alguns tipos dessa terapias também buscam tonificar e fortalecer os músculos genitais de homens e mulheres, a fim de proporcionar uma maior sustentação de energia.

Esse trabalho de intensificação do orgasmo possui um efeito terapêutico - energizando os chakras e regulando a produção hormonal - além de um efeito meditativo, de expansão da consciência e da percepção. Não deve ser confundido com o sexo tântrico - chamado em sânscrito de 'Sahaja Maithuna' - ou sexo de qualquer natureza.

A terapia ainda que lide com essa energia propõe uma quebra de paradigmas e conceitos ligados a sexualidade que efetivamente não poderiam acontecer em uma relação.